O que estou fazendo, atualmente

(leave a comment if you need an english version for all this and I email it to you)

Muita coisa, como sempre.

Assumir que eu sou multi-tarefa e que o tal "the single thing" simplesmente não serve pra mim me trouxe muita paz de espírito. Minha nova "ordem-de-ser" é:

Eu preciso balancear as coisas, de forma que tudo fique no mais perfeito caos, sendo feito quase ao mesmo tempo e na medida em que as necessidades forem aumentando.

Ficou fácil de entender? Claro que não, né? Mas segue a lista do que eu estou fazendo - tudo ao mesmo tempo - pra você entender:

PROFISSIONALMENTE

  • Começando uma nova empresa, a Polyares - onde eu entrei de sócio de uma holding americana, para ser o CEO e implantar novas tecnologias para mídias tradicionais (rádios, jornais e TV's) do Brasil. Projeto novo, ainda embrionário, que está consumindo mais de 95% do meu tempo útil (o tempo que leva a etiqueta "trabalho" na minha agenda);
  • Seguindo com a minha startup (iniciada em 2016 e ainda não lançada), o Mochila Elétrica, na companhia dos meus sócios, Juliana e Vitor. Depois de várias pivotadas em tecnologia e metodologias, alguns MVP's, estamos na beira do lançamento da nossa versão beta. Hoje, meus sócios se dedicam muito mais à empresa do que eu, em virtude do novo projeto (Polyares), e eu atuo como conselheiro. Se você tem interesse em ganhar um dinheirinho ensinando o que você sabe, me procura pra conversarmos! ;)
  • Sócio da cervejaria artesanal Filha Única (depois de pivotarmos o projeto da "Casa Sovina", sub-dividindo a marca). Estamos na fase de definição das receitas, depois de um ano trabalhando em mais de 10 variedades diferentes (foram 12 catalogadas oficialmente e mais de 30 produzidas). Nossa previsão é de estar com os dois primeiros rótulos no mercado, comercialmente, em Junho de 2018. Este é meu trabalho mais prazeroso, e que menos me consome tempo. Legal, né? Eu trabalho nele somente aos sábados, e tudo funciona super bem.

DESAFIOS

  • Eu inventei de "virar trader", em Setembro de 2017. E os estudos seguem. Ainda não consegui fazer dinheiro com isso, mas eu sigo entendendo que todo o dinheiro que estou enfiando nisso é um investimento. Já perdi algumas vezes, ganhei outras, e aprendi muito, mas muito mesmo sobre mim mesmo. Conceitos de paciência, resiliência, persistência são levados à última potência, quando você se aventura no mercado financeiro. No meu caso, ter um mentor (meu amigo Eric Gaigher) está sendo o mais fundamental da jornada.
  • Em Novembro/2017 eu decidi botar em prática uma vontade antiga: aprender programação. Apesar de ter tido uma pequena base na infância (estudei Basic quando tinha 12 anos) e entender um pouquinho de lógica (sou capaz de montar um fluxograma, por exemplo), eu não sou capaz de "codar" nada do início ao fim. Nem sequer um "Hello World!". Pois bem, decidi e comecei, fazendo mais de 40 aulas da Codacademy em uma noite (começando pelo basicão, HTML e CSS). Minha intenção é aumentar meu raciocínio lógico, melhorar na resolução de problemas e entender melhor o que as minhas equipes de desenvolvimento passam. Muito provavelmente, eu nunca vou chegar a programar algo "útil" dentro dos meus negócios.
  • Sigo com o meu canal do YouTube, publicando um vídeo sempre que me dá vontade. Oficialmente desisti de ser consistente ali, pois a pressão por isso só me faz mal, e reduz a qualidade do conteúdo que eu publico. Assim como aqui, no meu blog. Publico quando a ideia bater, quando eu sentir que realmente tenho algo a dizer. Se quiser mais consistência, me segue nas redes sociais, que é onde eu mais publico.
  • Organizze TV - um canal dedicado à educação financeira. Toda semana, um vídeo novinho pra ajudar os endividados, os investidores e os interessados em não sofrer mais por causa de grana.
  • Palestras: Em 2017 eu ministrei 41 palestras, cursos ou eventos presenciais. Várias cidades em vários estados do Brasil, falando de empreendedorismo, finanças, startups e, sobretudo, das formas que eu arranjei pra viver melhor e ser mais rico, feliz e em paz. Pra 2018, já tenho 5 eventos agendados (e 2017 nem terminou ainda), e um deles me enche de orgulho: o Gramado Summit, onde eu palestrei em 2017 (DUAS vezes). Vale a pena assistir ao vídeo que está neste link.
  • Falando em Gramado Summit, recebi o fantástico convite de escrever para o blog deles!! Tá sendo sensacional, e um desafio de consistência pra mim! Quer ler? Clica aqui.

VIDA PESSOAL

  • Um ano de casado (em dezembro de 2017), feliz como nunca. Encontrei tudo o que eu precisava em uma companheira.
  • Pai e filho realizado. Depois de entender a importância da boa relação com os meus pais e meu filho (coisa que eu abordo na minha palestra "Faça as pazes com a sua vida"), eu me esforço pra que essa relação siga suave e sem atritos - e dá certo. Nunca estive tão em paz.
  • Depois de "quebrar" feio, em 2014, estou mais perto de liquidar completamente as minhas dívidas. Em novembro/2017 eu refiz os cálculos do total já pago nos últimos 3 anos, e já foram mais de 150 mil reais, deixados pela falência, doença (Burnout) e falta de organização financeira. Minha previsão é de liquidar tudo até março de 2018 (o que é MUITO mais cedo do que eu previa, quando contraí as dívidas), e isso me deixa, também, muito feliz!
  • Emagreci 17kg, durante outubro/novembro. Estava com o maior peso que já cheguei na vida (114kg), e muito insatisfeito com isso. Além da estética, meu corpo estava pedindo arrego: gastrite, refluxo, azias constantes, dores de cabeça e no estômago, todos os dias. Fui ao médico (o espetacular Dr. Max Rego), fiz tudo direitinho: salada, carne,  suplementação de vitaminas e aminoácidos. Ainda preciso reduzir mais 10kg, mas já sou outra pessoa.